Basquetebol

Quezada leva 1º de Agosto ao início triunfal sobre Petro

dd

Playoff: 1º de Agosto 87-73 Petro de Luanda no 1º de 7 jogos

Foto: Henri Celso

Playoff: 1º de Agosto 87-73 Petro de Luanda no 1º de 7 jogos

Foto: Henri Celso

Com 21 pontos convertidos por Emanuel Quezada, o 1º de Agosto iniciou da melhor forma a luta pelo título da 40ª edição do Campeonato Nacional de basquetebol sénior masculino, ao vencer hoje, na capital do país, o Petro de Luanda, por 87-73, no jogo de abertura dos playoff a melhor de sete, disputado no pavilhão "Victorino Cunha".

Apesar da entrada determinante dos petrolíferos, que no primeiro quarto terminaram com a vantagem de três pontos (24-21), os militares foram mais eficazes e exploraram da melhor forma um certo desgaste físico do adversário.     

Mais cautelosos e com um certo rigor nas transições de defesa ao ataque, os comandados do treinador Paulo Macedo sobrepunham-se aos oponentes, principalmente nos lançamentos de longa distância e chegaram ao intervalo na frente do placard por escassos 46-45.             

No reatamento, quando se esperava por um Petro mais galvanizado, em virtude de um certo sinal dos seus jogadores, que tentavam atacar com maior frequência a tabela “agostina”, estes evidenciam maior frescura físico-atlética e atingem o maior diferencial (68-58) no terceiro período.                   

Já no quarto e último, numa autêntica combinação de penetrações, luta nas tabelas e eficiência nos lançamentos de três pontos, os anfitriões foram apenas consolidando o seu domínio, para fechar a contenda, ante uma certa incapacidade dos visitantes em virar o resultado, que se avolumava.          

Desta, vislumbrou-se um Petro lutador, mas sem concretização dos seus propósitos, talvez devido à limitação do plantel ao dispor, acabando por ver o 1º de Agosto a cimentar o triunfo folgado nesta abertura das sete e difíceis “hostilidades” competitivas.    

Além da grande exibição dos integrantes da formação militar e os pontos convertidos pelo cestinha Emanuel Quezada, também contribuíram para o feito os seus adeptos, em maioria no pavilhão do “rio seco”, que abafavam os contrários.     

Os 19 pontos anotados por Leonel Paulo foram insuficientes para impedir a derrota dos petrolíferos, que assim iniciam da pior forma a final do campeonato.

Ao que tudo indica, uma maior possibilidade de escolha do plantel “militar” e limitações do lado da turma do técnico Lazare Adingono, também esteve na base da supremacia do vencedor.      

Os dois grandes do basquetebol angolano voltam ao segundo encontro na quarta-feira, às 18h00, no mesmo recinto.

Fonte: Angop / EB

PUBLICIDADE
voltar ao topo

o tempo

Hoje

27°C

Amanhã

Depois

Hoje

24°C

Amanhã

Depois

Hoje

24°C

Amanhã

Depois

Hoje

26°C

Amanhã

Depois

Hoje

26°C

Amanhã

Depois

Hoje

23°C

Amanhã

Depois

Hoje

28°C

Amanhã

Depois

Hoje

24°C

Amanhã

Depois

Hoje

25°C

Amanhã

Depois

Hoje

24°C

Amanhã

Depois

Hoje

24°C

Amanhã

Depois

Hoje

29°C

Amanhã

Depois

Hoje

25°C

Amanhã

Depois

Hoje

30°C

Amanhã

Depois

Hoje

24°C

Amanhã

Depois

Hoje

28°C

Amanhã

Depois

Hoje

22°C

Amanhã

Depois

Hoje

24°C

Amanhã

Depois

Hoje

28°C

Amanhã

Depois

Hoje

28°C

Amanhã

Depois

Hoje

25°C

Amanhã

Depois

Hoje

24°C

Amanhã

Depois

Hoje

23°C

Amanhã

Depois